Início » Dietas » Como fazer a dieta dos pontos? Veja dicas e entenda como funciona

Como fazer a dieta dos pontos? Veja dicas e entenda como funciona

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Quem gosta de se cuidar e está sempre em busca de informações sobre como emagrecer ou manter a boa forma, certamente já ouviu falar de uma variedade de dietas, algumas delas altamente eficientes e outras nem tanto, sendo consideradas até bem perigosas para a saúde. É por isso que conversar com um nutricionista e verificar com o profissional a melhor maneira de emagrecer sem arriscar a vida deve ser uma tarefa primordial de quem está querendo alcançar o sonho do corpo perfeito.

Dieta dos pontos

Neste sentido, um método de perda de peso que está ficando bastante popular ultimamente e que tem sido altamente recomendado por especialistas é a famosa Dieta dos Pontos. Adotada até mesmo por celebridades, a dieta ficou super na moda e pode ajudar a  emagrecer até 4 quilos por mês  e, o mais importante, sem passar fome ou restringir os alimentos e guloseimas que mais gosta.

Para fazer a dieta, criada pelo médico endocrinologista brasileiro Alfredo Halpern, a pessoa adepta pode comer qualquer tipo de alimento (exceto aqueles com gorduras trans) e em qualquer quantidade, mesmo sendo um hambúrguer ou batatas-fritas. Todos os alimentos possuem uma pontuação e são bem-vindos na dieta, desde que não ultrapassem os pontos que cada pessoa deve fazer por dia para tentar emagrecer.

Não entendeu nada? Então, continue lendo esse artigo até o final e saiba tudo sobre a Dieta dos Pontos!

Como funciona a Dieta dos Pontos?

O método de emagrecimento visa substituir a quantidade de calorias presentes nos alimentos por pontos, sendo que cada ponto equivale a 3,6 kcal. Desta forma, cada um dos alimentos, que obviamente possuem uma quantidade de calorias diferentes, também têm uma pontuação diferente, que deve ser levada em consideração quando forem consumidos.

O objetivo é não ultrapassar o limite de pontos que devem ser ingeridos diariamente pelo adepto (a) à dieta. Se o seu limite for de 300 pontos diários, por exemplo, procure ingerir alimentos que não ultrapassem esse valor para não atrapalhar a perda de peso.

Para facilitar a vida de quem está querendo emagrecer, a Dieta dos Pontos disponibiliza uma tabela de pontuação dos alimentos, que deve ser sempre consultada pela pessoa antes de fazer as refeições. Ou, se o alimento que se pretende comer não estiver dentro da tabela, é preciso verificar na embalagem a quantidade de calorias e fazer um cálculo matemático, dividindo o número de calorias por 3,6 kcal para saber quantos pontos ele possui.

Quem pratica atividades físicas regularmente tem um limite diário de pontos maior, além de conseguir pontos extras em relação às demais pessoas. Isso porque os exercícios podem ajudar a emagrecer de forma mais rápida, combatendo a flacidez e favorecendo a troca de gordura por massa magra.

Ao começar a dieta, é preciso anotar em um bloco de papel ou caderninho os alimentos que você consumiu e somar a quantidade de pontos que fez no final do dia. Para fazer o método dar certo e emagrecer de forma saudável, as únicas regras são:

  • Não exagerar nas porções dos alimentos;
  • Não ultrapassar o seu limite de pontuação diária;
  • Não ficar em jejum e não poupar os pontos de um dia para utilizá-los no outro;
  • Não ingerir uma quantidade de pontos inferior ao seu limite diário;
  • Não comer mais de cinco alimentos com zero pontos por dia;
  • Gastar os pontos extras conseguidos com exercícios físicos apenas no mesmo dia.

Como saber a quantidade de pontos que eu tenho que fazer por dia?

Calcular dieta dos pontos

É bem simples. O cálculo é feito de acordo com o sexo, idade, altura e peso, além da taxa de metabolismo e frequência de atividades físicas diárias. Neste caso, a tecnologia ajuda bastante, sendo possível encontrar calculadoras online para realizar o cálculo para quem está querendo aderir à dieta.

Vantagens da Dieta dos Pontos

Não existem alimentos proibidos: Com a Dieta dos Pontos, a pessoa adepta pode comer qualquer alimento (exceto aqueles com gorduras trans), desde que esteja dentro da pontuação permitida.

Cardápio livre e diferenciado: Quem faz a Dieta dos Pontos não precisa seguir um cardápio fechado, com o consumo de alimentos repetidos por vários dias, já que o método permite a ingestão de uma variedade de alimentos.

Autonomia: A pessoa adepta ao método de emagrecimento não recebe regras sobre o que e em quer horário comer. Ela pode decidir o alimento que vai inserir na refeição sem a interferência de qualquer pessoa.

Estimula a alimentação saudável: Uma vez que os alimentos saudáveis, como frutas, vegetais e legumes, por exemplo, valem menos pontos, é possível fazer com que as pessoas consumam-os com maior frequência para não ultrapassar o limite da pontuação previsto por dia.

Desvantagens da Dieta dos Pontos

Consumo de alimentos não-saudáveis: Mesmo os alimentos saudáveis tendo menos pontos, o que faria a pessoa consumi-los mais para não ultrapassar o limite diário recomendado, há algumas estratégias que podem fazer a pessoa consumir apenas alimentos não-saudáveis sem quebrar a regra.

Por exemplo, a pessoa pode comer um bolo que tenha baixa pontuação várias vezes ao dia para não ultrapassar o seu limite de pontos, mas arriscar a sua saúde, o que seria o lado negativo da dieta.

Anotações diárias: Para fazer a Dieta dos Pontos, é preciso anotar diariamente em um bloco de notas ou caderninho os alimentos que você consumiu por dia. A tarefa pode ser chata para quem não tem paciência ou tempo para fazer anotações, o que certamente impediria a pessoa de fazer a dieta adequadamente.

Quem pode fazer?

Qualquer pessoa que esteja acima do peso pode aderir ao método de emagrecimento. No entanto, uma consulta prévia com um médico endocrinologista é ideal para que ele avalie quais os motivos que levaram a pessoa ao sobrepeso e descartar as possibilidades de uma possível doença mais grave.

A única contraindicação é que mulheres grávidas não façam a dieta, uma vez que a falta de alguns alimentos poderia prejudicar o desenvolvimento do bebê. Quem está amamentando também pode fazer a Dieta dos Pontos, desde que não estejam na fase de amamentação exclusiva, na qual é obrigatório que o bebê seja amamentado até os seis meses de idade.

A Dieta dos Pontos emagrece de verdade?

Comprovadamente sim. O método de emagrecimento é mesmo eficaz e aprovado por médicos e nutricionistas, que garantem que ele pode mesmo fazer com que pessoas adeptas percam até 4 quilos por mês.

Isso porque a dinâmica da Dieta dos Pontos é simples, visando apenas que os (as) adeptos (as) consumam uma quantidade de calorias inferior ao gasto diário, fator primordial para quem precisa emagrecer. Por isso, ao contar os pontos que cada alimento contém, ela consegue alcançar esse objetivo e, portanto, deixar a silhueta magra de verdade.

Além disso, ao proibir a ingestão de alimentos ricos em gorduras trans, a dieta realmente ajuda a promover o emagrecimento, uma vez que esse tipo de gordura favorece o aumento de peso, além de prejudicar a saúde, causando os riscos de derrames e infartos.

Tabela de pontuação dos alimentos

Felizmente, graças à ajuda da tecnologia, a tabela da Dieta dos Pontos pode ser acessada a todo momento por quem aderiu ao método de emagrecimento, através do smartphone. Você pode baixar os aplicativos que disponibilizam uma lista em versão digital para auxiliar na contabilização dos pontos diários.

Baixe e comece a sua dieta agora mesmo:


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  

Fazer comentário

Clique aqui para deixar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Ela conseguiu perder 32kg!

Esposa Emagrece 32 kilos e Surpreende Marido que Estava Há 2 Anos no Haiti
Clique aqui!
Leia essa emocionante história!
Click Me